Denúncia

Uma ambição? O tesouro
favorável da manhã
transportado em galhos
em bicos de pássaro.
Um a cada vez.

Cada galho e folha sem destino
assentados numa construção alheia.

Escora de vento na folha
num sopro de boca nenhuma.
Só mesmo esse dia que vai passar.
Passar ou ficar, tanto faz.

Bendito o sol e seus cabelos
dourados, de criança.
Denúncia da brotação
excedente dos trigais.

Porque não o notamos,
há dias em que o mundo é infalível.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s