Cortejo oriental

surin

Germina – Revista de Literatura e Arte

uma fileira de animais japoneses, uma fogueira, uma figueira
uma dança embalada pelos pífaros, os tambores batem e são ouvidos
uma cortina sutil é uma parede, há um limite pueril que a precede
uma ideia que se completa em silêncio, uma silhueta, uma sineta
uma vez o cortejo sendo oriental, a vida não acaba tão mal

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s