O homem do saco

vergonhoso2

Quando criança nunca tive daqueles medos imensos, tenebrosos, que as crianças costumam ter de seres esdrúxulos e coisas incompreensíveis. Eu tinha medo do homem do saco.

Figura fácil do Oiapoque ao Chuí, nesses anos todos o homem do saco tem servido ao propósito repetitivo da chantagem e da ameaça. E para todos os pretextos, altos e baixos, especialmente na boca daqueles que procuram calar sem maior trabalho a voz impertinente das crianças. Criança boazinha tem medo do homem do saco e fica quietinha no seu cantinho. Não incomoda nem dá trabalho.

O homem do saco é pior que o lobo mau e que o bicho papão juntos porque, ao contrário destas criaturas improváveis, ele tem a familiar imagem da figura humana. E chega uma altura na vida das crianças que os seres humanos reais passam a ficar mais assustadores que entidades tolas como monstros e aparições. A data normalmente coincide com a época em que as crianças começam a perceber que o escudo familiar é poroso e o mundo mais largo que a calçada em frente a própria casa.

No dia de ontem, uma cena fotografada em Fortaleza, Ceará, me mostrou mais uma vez que as crianças invariavelmente têm razão em suas apreensões em relação aos adultos. cubano2Sim, os adultos podem ser assustadores e, tendo a oportunidade, não deixarão dúvida alguma sobre isso. A tendência deve integrar um instinto primevo remanescente que custa a evoluir para outra coisa qualquer. É claro que, de posse de uma convicção tomada por um instinto desses, as pessoas podem enfim dar a entrever o seu pior. Como, talvez, o homem do saco que portam dentro de si mesmas. Ou até mesmo o bicho papão.

O pior de tudo é saber que são pessoas que estavam absolutamente convencidas da conveniência do seu gesto. Que pensam inclusive que esse é um gesto político como qualquer outra forma de protesto. Que estariam defendendo os autênticos interesses nacionais através do achincalhamento e da ofensa pública de pessoas que obviamente estão ali agarradas a uma oportunidade (desprezível para os de cá) que não teriam de outra forma e para a qual não deram causa ou motivo. Alguns pensam que isso é um mero caso de miopia política, que é um protesto sem foco, etc. Negativo. Nada disso. É grosseria mesmo. Da mais pura e autêntica. Grosseria made in Brazil. Grosseria com nível superior completo, diga-se de passagem.

Ontem nós fomos flagrados numa fotografia furtiva como uma nação de homens do saco, ainda que seja evidente que há pessoas de outra espécie por aqui também. Mas isso não importa, ontem a representação daquelas pessoas foi taxativa e mais impactante que nossa melhor imagem idealizada. Ali estavam pessoas tranquilas da sua vida demonstrando o seu pior, a sua incivilidade, a sua homendosaquice. Por isso estou com a cabeça ensacada. Com o saco da vergonha. Agora meu problema já é outro. Estou pensando em como é que vou conseguir tirar isso da minha cabeça..

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s