O de dentro

miniatura

Ontem, na manifestação, topei com esse cara. Ele tinha uns dezoito anos, não mais que isso.

E ele me disse um monte de coisas que por um momento pensei que não me dissessem respeito. O preço da passagem de ônibus, pra mim, que praticamente não pego mais ônibus, me pareceu quase uma mesquinharia.

Ele me disse que voltou de Viamão entre pendurado no corredor e segurando as sacolas da senhora que ía em sua frente, que mal podia com as próprias pernas. O minhocão – o ônibus articulado em duas partes – estava coberto de pó e a sua roupa era a mesma com a qual iria trabalhar amanhã. Era a sexta vez que ele tomava ônibus naquele dia e por isso agora, a essa hora da noite, não estava sorrindo muito. E caminhava rápido, como os demais. Vida de bolsista é foda, tenho certeza que ouvi ele dizer.

Fiquei olhando ele. Aquele cabelo.. Aquela barbicha.. Esse cara é bom, eu pensei, nem parece com esse velhaco aqui, que vive empenhado no trânsito caótico, às voltas com seus impostos, telefonemas, mensagens e suas reclamações genéricas sobre a vida e o mundo, pensando que um livro é um bom momento de descanso. Que pode encontrar ali a chave de tudo, ou pelo menos uma porta por onde sair..

Caminhando, ele encontra mais gente do que procura. São seus vizinhos ali, moram no bairro ao lado, ou então são os filhos destes, ou seus conhecidos. Na sua cabeça, o mundo agora parece fazer mais sentido que antes, apesar da garoa fina e dos nove graus. Porto Alegre nunca é tão fria assim, mas hoje tinha de ser, senão eu não lhe encontrava, é quase certo que não. O hálito de vinho barato não deixa dúvida: não vou mais lhe procurar, vou com ele, afinal ele está do lado mais próximo a mim: o de dentro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s